Volta

- Peixes e frutos do mar -

Camarões ensopados Lulas recheadas
Moqueca baiana Moqueca de peixe capixaba
Moqueca de peixe do Paulo Sardinhas em escabeche
Tainha recheada

Alimentos ricos em sais minerais e proteínas, os peixes são alimentos de fácil digestão e baixas calorias. Mas cuidado, os peixes se deterioram rapidamente, assim é muito importante ter certos cuidados na compra e conservação.

O peixe fresco tem guelras vermelhas e os olhos abertos e brilhantes. A carne é firme e o cheiro agradável.

Se usar peixe congelado é preferível que descongele na geladeira, de um dia para outro. Entretanto, se não houver tempo, é possível descongelar colocando o peixe bem embrulhado em filme plástico numa bacia com água fria.

Os frutos do mar requerem ainda mais cuidado na compra. Para saber se os camarões estão frescos, verifiquem se as caudas estão firmes. Se soltarem, não compre!

Quanto às lagostas, é preferível comprá-las vivas. Se não for possível, verifique se tem cheiro agradável e se a carcassa não está opaca.

Os siris e caranguejos devem ser comprados vivos. As lulas e polvos devem ter a carne firme e a pele brilhante. Os mariscos, mexilhões e ostras devem ter as conchas hermeticamente fechadas.

Tainha recheada

A tainha é um dos melhores peixes para preparar no forno. Mas esta receita também fica excelente feita com namorado. Use o peixe que estiver mais fresco.
Ingredientes

1 tainha de aproximadamente 3 quilos

¼ quilo de camarões pequenos limpos

2 dentes de alho amassados com sal

suco de 1 limão

1 cebola picada

1 colheres de salsinha picada

1 colher de coentro picado

1 colher de alcaparras em conserva

5 azeitonas verdes picadas

1 colher de uvas passas brancas

1 cálice de vinho do porto

1. colheres de farinha de rosca

1 colheres de farinha de mandioca

2 colheres de azeite de oliva

Dica:
Costure a abertura com fio dental. É esterilizado e a costura fica mais firme.

Modo de preparar

1. Escame e limpe bem a tainha, abrindo-a pelas costas.

2. Lave-a e seque bem com papel absorvente.

3. Esfregue o peixe por dento e por fora com a pasta de alho e o suco de limão e reserve

4. refogue a cebola no azeite de oliva, acrescente os outros temperos, as passas, e por último os camarões.

5. Deixe ferver até os camarões ficarem rosados

6. Acrescente o vinho do porto

7. Misture as duas farinhas e acrescente aos poucos, mexendo sempre até ficar uma farofa úmida

8. recheie o peixe com a farofa, costure a abertura e enrole em papel de alumínio

9. Asse em forno quente por aproximadamente 40 minutos

10. Abra o papel de alumínio só na hora de servir

Moqueca de peixe capixaba

A moqueca de peixe é um prato preparado em vários Estados brasileiros. Do Espírito Santo vem esta versão
Ingredientes

2 kg. de peixe fresco em postas (pode ser badejo, robalo ou outro peixe de carne branca e firme)

sal a gosto

suco de 2 limões

3 maços de coentro

3 maços de cebolinha verde

2 cebolas

4 tomates

3 colheres de azeite de oliva

1 colher de colorau

Pimenta da gosto

Dicas:

1. Aproveite a cabeça do peixe para preparar o caldo do pirão ( ver receita em Mandioca)

2. Unte a panela de barro e forre com rodelas de batata para o peixe não grudar

Para variar:
Acrescente ½ quilo de camarões médios descascados à moqueca

Modo de preparar

1. Tempere as postas de peixe com sal e suco de um limão

2. Numa panela de barro coloque o azeite e vá colocando em camadas os temperos: cebola, a cebolinha, o coentro e o tomate, tudo bem picadinho e colorau e as postas de peixe , terminando com uma camada de temperos

3. Coloque o suco de 1 limão e cozinhe em fogo brando por aproximadamente 15 minutos. Não adicione água

4. Deixe descansar 10 minutos e sirva acompanhado de pirão e arroz branco

Moqueca baiana

A moqueca baiana leva azeite de dendê e leite de coco. Esta receita é de uma afamada quituteira de Salvador. Sirva com pirão ou arroz branco
Ingredientes

1 kg. de peixe em filés ou postas (pode ser garoupa, cação ou robalo)

6 grãos de coentro

1 cebola

pimenta malagueta a gosto

2 tomates

1 pitada de sal

suco de 1 limão

½ xícara de azeite de dendê

3 colheres de leite de coco

½ quilo de camarão pequeno descascado

Dica:
Se não estiver acostumada com o azeite de dendê, reduza a quantidade para 1 colher.

Modo de preparar

1. Soque no pilão ou bata no processador o coentro, a cebola, a pimenta, os tomates, o sal e o suco de limão até ter uma pasta

2. Tempere o peixe com a mistura, deixando descansar uma hora

3. Coloque numa panela com o leite de coco, dissolvido em um pouco de água.

4. Cozinhe em fogo médio por aproximadamente 15 minutos

5. Acrescente os camarões, deixe ferver por mais 5 minutos,

6. Despeje o azeite de dendê, mexa e deixe descansar por 10 minutos antes de ferver

Moqueca de peixe do Paulo

Esta moqueca foi adaptada da moqueca capixaba, com alguns toques especiais. Pertence ao acervo da família Cannabrava. Sirva acompanhada de pirão de peixe paulista.
Ingredientes

1 ½ kg de postas de peixe (robalo, garoupa, pescada do sul, anchova fresca)

½ quilo de camarões médios descascados

3 cebolas cortadas em rodelas

3 tomates cortados em rodelas

1 pimentão vermelho cortado em rodelas

2 dentes de alho amassados com sal

½ maço de coentro

½ maço de cheiro verde

1 colher das de café de gengibre fresco ralado

1 pimenta dedo de moça picadinha

pimenta negra em grão

Modo de preparar

1. Unte uma panela de barro e forre com fatias de batata crua

2. Vá pondo camadas de peixe, camarão, cebola, tomate , pimentão e os demais temperos, terminando com uma camada de temperos

4. Leve ao fogo forte. Quando ferver, abaixe o fogo e cozinhe por 10 minutos

5. Deixe descansar 10 minutos e sirva.

Camarões ensopados

É difícil encontrar quem não goste de camarões. Esses pequenos crustáceos ficam excelentes comidos em saladas, em ensopados, em rizoto, ou seja, de qualquer forma. Os camarões ensopados podem ser acompanhados de arroz branco e são também um excelente molho para peixes fritos. Um dos pratos tradicionais da cozinha baiana é o bobo de camarão, receita que você encontra na seção "Mandioca".
Ingredientes

½ quilo de camarões pequenos descascados

1 cebola picada

2 colheres de azeite de oliva

1 pimentão vermelho picado

1 pimenta vermelha picada

2 colheres de cheiro verde picado

3 grãos de coentro

3 grãos de pimenta negra

1 xícara de purê de tomate – use o industrializado, ou bata 5 a 6 tomates maduros sem semente no liqüidificador com um pouco de água.

Modo de preparar

1. Aqueça o azeite e refogue a cebola até amolecer sem dourar

2. Refogue o pimentão e a pimenta até amolecer um pouco

3. Acrescente o restante dos temperos

4. Coloque o purê de tomate e deixe em fogo brando, mexendo de vez em quando até engrossar o molho

5. Acrescente os camarões e deixe ferver até que fiquem rosados (cerca de 5 minutos).

6. sirva em seguida

Sardinhas em escabeche

Peixe de baixo custo, a sardinha pode ser comida frita ou assada na brasa, acompanhada de um bom vinho tinto. As sardinhas em escabeche podem ser conservadas na geladeira por vários dias e são excelentes como entrada ou acompanhadas de uma salada verde para o jantar de um dia quente
Ingredientes

1 quilo de sardinhas

2 dentes de alho amassados com sal

suco de 1 limão

3 colheres de farinha de trigo

óleo para fritar

2 colheres de azeite de oliva virgem

2 cebolas cortadas em rodelas

2 colheres de cheiro verde picado

2 xícaras de vinagre de vinho branco

1 pimentão verde cortado em tiras

pimenta do reino a gosto

1 pimenta vermelha se gostar

Modo de preparar

1. Limpe as sardinhas e tire a cabeça e a espinha central. Seque bem com papel absorvente

2. Tempere as sardinhas com a pasta de alho e o suco de limão

3. Passe na farinha de trigo e frite em óleo quente

4. refogue a cebola no azeite de oliva até amolecer, sem dourar

5. Acrescente o pimentão, o cheiro verde, as pimentas, e refogue mais um pouco

6. Despeje o vinagre e deixe ferver um pouco.

7. Escorra o molho e reserve o caldo

8. Arrume em camadas a sardinha frita e a parte sólida do molho

9. Despeje o caldo e guarde em vasilha bem tampada.

Lulas recheadas

Para preparar as lulas para cozinhar: cortar as cabeças, retirar a barbatana interna e as vísceras. Lavar bem. Se quiser aproveitar a tinta – sépia – para a preparação, ao cortar as cabeças cuidado para não romper as bolsas escuras. Separe-as em outro vasilhame e esmague bem. As lulas podem ser preparadas ensopadas, com arroz e fritas. As lulas recheadas devem ser servidas com arroz branco e uma salada mista
Ingredientes

12 lulas de tamanho médio

1 cebola pequena picada

1 dente de alho picado

1 colher de azeite de oliva extra virgem

1 colher de salsinha picada

sal a gosto

pimenta do reino a gosto

farinha de rosca o quanto baste

Modo de preparar

1. Retire a cabeça e pique em pedaços bem pequenos

2. Limpe bem o corpo da lula, retirando a barbatana e as vísceras. Lave e seque com papel absorvente

3. Aqueça o azeite e refogue bem a cebola, o alho, a salsinha, acrescentando o sal e a pimenta

4. Acrescente a cabeça picada, um pouco de água e deixe cozinhar por 10 minutos,

5. retire do fogo e acrescente a farinha de rosca até formar uma massa úmida.

6. Recheie as lulas com essa massa, tendo o cuidado de não encher demais, para evitar que arrebentem.

7. Unte um refratário, coloque as lulas recheadas, regue com azeite de oliva, cubra com papel de alumínio e leve ao forno por aproximadamente 15 minutos